sábado, 13 de março de 2010

O próximo passo

 

Nestes últimos dias fiquei surpreso por algumas pessoas pedirem para eu atualizar o blog. Achei que poucas pessoas liam meus posts, mas, felizmente, me enganei. Acho que muita gente se abstém de comentar. Seguidamente faço isso também, pois consulto muitas comunidades no orkut referente à gravação, mas não comento nada. A internet é uma ferramenta que nos faz “escutar” e, nesse aspecto, acho que ela contribuiu muito para a nossa sociedade. As opiniões democratizaram-se mais. Existe cada vez menos uma moral soberana, de uma minoria dominante, pois os meios de comunicação REALMENTE puderam se tornar democráticos. Há cada vez menos a moral patriarcal, ditatorial, imperial, religiosa, midiática, empresarial, cultural, histórica, etc. Há, cada vez mais, as razões de cada um. E isso faz com que conheçamos a essência do ser humano, obrigando-nos a ter de respeitar as nossas diferenças, que são inúmeras. Isso é a pós-modernidade. Nosso próximo passo é o fim do preconceito. É o amor sem exigência de um padrão. Essa “crise de valores” atual nos levará a um passo muito bonito para a nossa história. Como dizem os orientais, toda crise é uma oportunidade. Que assim seja!

Um comentário:

  1. Também me surpreendo quando alguém conhecido diz que gostou do meu blog, às vezes acho que só os estranhos lêem meus desabafos. "A internet é uma ferramenta que nos faz “escutar”", ela também nos proporciona sermos ouvidos. É incrível quando algo que dizemos ajuda ou afeta alguém. Adorei o "amor sem exigência de um padrão", este - o seguir um padrão - só nos atrapalha a vida. Estou em um momento de educar os meus preconceitos. Beijão, Diogão! E escreva com mais frequência, é bom desabafar (falo isso mas ando com uma preguiça...).

    ResponderExcluir